Contato

Parque da Quinta da Boa Vista S/N
São Cristóvão, RJ, 20940-040.

Fale Conosco

Você sabia que em 27 de abril é comemorado o Dia Mundial da Anta? Sim! A data existe e é celebrada há 24 anos visando aumentar a conscientização sobre as quatro espécies de anta que existem. Além disso, atua como uma forma de levantar fundos para a compra de terras para protegê-las de sua maior ameaça: a invasão humana.

No Brasil, o animal é conhecido por caracterizar pessoas sem inteligência, servindo como um xingamento. Mas não é bem assim. Pesquisas científicas garantem que as antas são, na verdade, animais bastante inteligentes e carismáticos. São excelentes nadadores, possuem hábitos noturnos e, apesar de seu tamanho, não costumam atacar, apenas em situações em que se sentem ameaçados.

Anta do BioParque do Rio

Sebastião: a anta do BioParque do Rio 🤎

O BioParque do Rio participa do programa de reintrodução da anta no Rio de Janeiro, junto com o Projeto Refauna. Aqui, mora o Sebastião, uma anta do gênero Tapirus terrestris (conhecido também como anta brasileira), o maior mamífero terrestre do Brasil e o segundo da América do Sul, chegando a até 300 kg de peso e 242 cm de comprimento. 

Aqui no BioParque do Rio, Sebastião vive no recinto que reproduz o cerrado brasileiro e interage diretamente com outros animais do mesmo bioma, como a ema, o tamanduá-bandeira, capivaras e catetos. Eles recebem tratamentos especiais como o enriquecimento ambiental, que estimula seus comportamentos naturais. 

Para saber mais sobre o enriquecimento ambiental no BioParque do Rio, acesse nosso blog sobre o assunto📲

Recinto Cerrado do BioParque do Rio

Descobrindo as antas 🔎

As antas são animais herbívoros, ou seja, que se alimentam de plantas ou algas. No Brasil, habitam a região do cerrado, que é considerado o segundo maior bioma da América do Sul. É conhecido também como a savana brasileira, devido à grande biodiversidade. Fora daqui, também são encontradas na selva e em florestas da América do Sul, América Central e Sudeste Asiático. 

Hoje, as antas estão em perigo de extinção, pois é a primeira espécie afetada pela invasão humana em seu território, e a última a conseguir se regenerar na floresta. São diariamente ameaçadas pela atividade humana – seja mineração, plantações de óleo de palma, e atropelamentos em estradas ou assentamentos.

Enriquecimento Ambiental Anta BioParque do Rio

As Jardineiras da Floresta 👩‍🌾

As antas são uma peça importante do ecossistema. Isso porque atuam como dispersoras de sementes: elas se alimentam dos frutos e, ao se deslocarem de um lado ao outro do bioma deixam, através das fezes, sementes que podem voltar a germinar. Isso auxilia na formação e na manutenção da biodiversidade dos biomas onde habitam. 

Além disso, é um dos gêneros mais antigos do reino animal. Há indícios de que as antas apareceram pela primeira vez há cerca de 50 milhões de anos no Eoceno e são consideradas fósseis vivos porque não mudaram muito desde então. Elas são facilmente identificáveis ​​pelo seu tamanho e por sua tromba curta e flexível, utilizada para agarrar a vegetação e garantir a alimentação.

Results

Parabéns! Você sabe tudo sobre a anta do BioParque do Rio.

#1. Qual o nome da anta do BioParque do Rio?

#2. Baseada na dieta da anta do BioParque do Rio, ela é um animal:

#3. Em que dia é comemorado o dia da anta?

#4. Indícios de que as antas apareceram há quanto tempo?

finish

Estamos esperando por vocês com todas as medidas necessárias para sua segurança e da sua família! 👇🏽

👨‍👩‍👧‍👧 Capacidade de visitantes reduzida;

😷 Uso obrigatório de máscara;

🌡 Sistema de triagem na entrada do parque;

⚠ Circuito sinalizado para evitar aglomerações;

🧴 Totens de álcool em gel espalhados por todo o parque.

💻 Somente compra on-line

Quer ver o Sebastião de pertinho? Vem pro BioParque do Rio e descubra esse novo conceito de zoológico! 🐾

Share:

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.