Bem-Estar Animal

Dia Mundial da Anta: conheça mais sobre esse animal icônico e o projeto que o BioParque do Rio apoia

Você sabia que no dia 27 de abril comemora-se o Dia Mundial da Anta (Tapirus terrestris), um animal icônico e símbolo da fauna brasileira? A celebração desta data tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância da conservação desses animais que estão ameaçados de extinção. O BioParque do Rio apoia o projeto em parceria com a Refauna.

Você sabia que a anta é um animal cheio de curiosidades? Além do seu grande porte, é herbívoro e vive em áreas de floresta e cerrado. Ela possui uma pelagem espessa e uma coloração cinza acastanhada.

É um animal solitário, mas pode ser vista em grupos durante a época de acasalamento. Mas isso não quer dizer que não curta a vida solta pelas matas. As Antas têm a capacidade de nadar e mergulhar em rios e lagos, o que a torna uma excelente nadadora.

E não é só em dar seus mergulhos que ela é boa, não! A espécie tem um papel importante na biodiversidade das florestas brasileiras. Devido ao seu grande porte, ela é capaz de como até 9kg de comida em um único dia. Depois, ela consegue dispersar sementes de árvores e plantas por grandes áreas, contribuindo para a regeneração da vegetação. Além disso, a anta ajuda a manter o equilíbrio ecológico ao se alimentar de plantas invasoras e espécies de crescimento rápido, que podem prejudicar o desenvolvimento da flora local.

Reintrodução de Antas na Natureza: Ação liderada pelo REFAUNA e parceiros visa preservar a biodiversidade brasileira

O Rio de Janeiro tem recebido constantemente novas antas para reintrodução na natureza, liderada pelo projeto REFAUNA em parceria com o BioParque do Rio, o Instituto de Ação Socioambiental, a Petrobras e a Reserva Ecológica de Guapiaçu. A ação visa realizar um reforço populacional, a fim de aumentar a presença da espécie no local, uma vez que as antas estão classificadas como vulneráveis à extinção devido à caça, atropelamentos e à perda e fragmentação de habitat. A reintrodução da espécie na natureza é de suma importância para a preservação da biodiversidade brasileira, pois as antas desempenham um importante papel na dispersão de sementes e na poda de ramos e herbáceas, contribuindo para um plantio natural em meio à natureza.

No Rio de Janeiro, a anta chegou a ser totalmente extinta há mais de 100 anos atrás. O último registro de antas no estado foi em 1914, no Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Agora, as instituições trabalham para recuperar essa perda, e a ação liderada pelo REFAUNA é uma das iniciativas que visam reintroduzir a espécie na natureza.

Equipe do Zoológico cuida das antas Melancia e Castanha, que vão para o Rio de Janeiro (Guilherme Baffi 18/1/2023)

A ação teve início oficialmente em janeiro, com a realização da translocação dos animais de São Paulo até a Reserva Ecológica de Guapiaçu, em Cachoeiras de Macacu. Os animais passaram por uma ambientação para que se aclimatassem ao novo ambiente em que passarão a viver, além de receberem e se adaptarem ao colar de telemetria que auxilia no monitoramento pós-soltura. A soltura total na natureza aconteceu em março.

A coordenação e execução das atividades de reintrodução e monitoramento das antas foi liderada pelo REFAUNA, enquanto o BioParque do Rio foi responsável pelo apoio técnico no transporte dos animais, pela reestruturação da ambientação no recinto de aclimatação e pelo patrocínio da ação, por meio do Instituto Conhecer Para Conservar. Já o Instituto de Ação Socioambiental desenvolveu as atividades de educação ambiental e conscientização da comunidade do entorno e ofereceu assistência nas atividades de reintrodução e monitoramento dos animais, por meio dos projetos Antologia, patrocinado pela Eletrobras Furnas, e Guapiaçu, em parceria com a Petrobras.

A ação foi um sucesso e é de extrema importância para a preservação da biodiversidade brasileira, pois as antas desempenham um papel fundamental na manutenção do equilíbrio ecológico dos ecossistemas.

Está falando o quê para vir conhecer o BioParque do Rio?

A anta é um animal icônico da fauna brasileira e é essencial para o equilíbrio dos ecossistemas onde vive. No BioParque do Rio, a anta faz parte do projeto de conservação. É importante lembrar que a preservação da anta e de outras espécies ameaçadas de extinção depende de ações coletivas, como a conscientização da população e a criação de programas de conservação em cativeiro. 

Neste Dia Mundial da Anta, vamos refletir sobre a importância da preservação dessa espécie e sobre a nossa responsabilidade em proteger a biodiversidade do nosso planeta.

E, claro, agendar a sua visita para conhecer de perto os projetos que o BioParque do Rio apoia.

Vem conhecer o BioParque do Rio

BioParque do Rio

Recent Posts

Personagem da Hello Kitty estará no BioParque do Rio para tirar fotos com seus fãs.

O BioParque do Rio está celebrando este mês de junho com a Hello Kitty Parade…

5 dias ago

NOTA DE DESPEDIDA. Com orgulho da longa e respeitável caminhada do nosso tigre-de-bengala.

NOTA DE DESPEDIDA. Com orgulho da longa e respeitável caminhada do nosso tigre-de-bengala.

1 semana ago

SORTEIO 50 Anos da Hello Kitty no BioParque do Rio!

O BioParque do Rio está recebendo a exposição comemorativa do Hello Kitty Parade e para…

2 semanas ago

BioParque do Rio recebe pela primeira vez a Hello Kitty Parade 2024

O BioParque do Rio celebra os 50 anos da Hello Kitty participando da incrível “HELLO…

3 semanas ago

BioParque do Rio fez parceria com o Rock in Rio 2024

Promoção Pontos Turísticos do Rio em parceria com o Rock in Rio

3 semanas ago

Dia da Biodiversidade

Hoje, estamos reunidos aqui no BioParque do Rio para celebrar uma das datas mais importantes…

4 semanas ago

Conheça a Koala, a elefante asiática que vive no BioParque do Rio

A Koala, elefante asiática, vive no nosso parque desde 1990. Ela foi trazida para o…

1 mês ago

A importância do Zootecnista na alimentação dos animais do BioParque do Rio

No universo da zootecnia, a alimentação dos animais desempenha um papel crucial para o bem-estar,…

1 mês ago

William: a história da realeza do Bioparque do Rio

A história do Will, nosso tigre-de-bengala (Panthera tigris), se inicia em 2011 no antigo RioZoo.…

1 mês ago